:: Velas içadas ::

|


" Meu coração é um barco de velas içadas

Perto dos mares, dos tempos, das loucas marés
Meu coração é um barco de velas içadas
Com nevoeiros, tormentas...

Meu coração é um barco sempre navegável
Sempre mostrou-se por dentro, mostrando os porões
Meu coração é um barco que não vive ancorado
Sempre arriscou-se ao vento... às grandes paixões

Sempre soltou as amarras
E sempre ficou à deriva
Sempre sofreu com naufrágios
Sempre cruzou com piratas e aventureiros
E sempre cumpriu os destinos das embarcações..."
( Letra adaptada )

1 Comentário:

Paulo Roberto F. Braccini disse...

..."e sempre cumpriu os destinos das embarcações"... esta é a sina das embarcações quando capitaneadas por um grande homem que, na certa, sempre as conduzirá a um porto seguro...

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário!
Ele será lido e publicado posteriormente.

 

©2009 Que não seja imortal, posto que é chama... | Template Blue by TNB