:: A Lua: metade minha, metade tua ::

|


" Quando se fez noite, olhei para a lua e sorri.
Senti-me levitar como se a lua me atraísse.
Conversei com ela, horas e horas...
Comentei sobre o nosso amor
sobre a nossa paixão
A lua, em soluços, chorou de alegria.


Sabes o que lhe disse?
Disse-lhe que quando toco nos teus cabelos...
...é como acariciar a mais pura seda
Que quando olho nos teus olhos vejo o mar e a natureza que reluz
no teu olhar...que alegra o meu coração e solidifica os meus mais profundos sentimentos.
Disse-lhe também que...
...um murmurar de tua boca exala palavras de conforto para um coração apaixonado
Que o teu sorriso reflete o carisma que habita dentro de ti
Que as tuas mãos macias ao tocar no meu corpo...fazem-me sentir correspondido de um grande e verdadeiro amor
A lua então, quando seus olhos ficaram secos, criou uma estrela
para que o nosso amor ultrapasse a barreira da vida...
...e se faça eterno."
( Night Wolf )

1 Comentário:

Paulo Roberto F. Braccini disse...

perfeito...

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário!
Ele será lido e publicado posteriormente.

 

©2009 Que não seja imortal, posto que é chama... | Template Blue by TNB